Notícias

MANIFESTAÇÃO POPULAR GARANTE MAIS UMA CONQUISTA NO PROCESSO DE REASSENTAMENTO

Notícias

“PULMÕES DE AÇO – RESISTÊNCIAS LOCAIS FRENTE A INJUSTIÇAS GLOBAIS”

O documentário “Pulmões de Aço”, conta as histórias das comunidades de Piquiá de Baixo (MA), Santa Cruz (RJ) e Tamburi de Taranto na Itália

A cerimônia de lançamento do documentário “Pulmões de Aço – Resistências locais frente a injustiças globais”, dirigido pelos italianos Paolo Annechini e Andrea Sperotti, aconteceu na noite desta terça-feira (29), na sede da Associação Comercial e Industrial de Açailândia (ACIA).

Durante pouco mais de 30 minutos foram exibidas cenas e depoimentos de pessoas que vivem a dura realidade de morar próximos às empresas siderúrgicas nos bairros de Piquiá de Baixo, conhecido como distrito industrial de Açailândia (MA), Santa Cruz (RJ) e Tamburi de Taranto na Itália, esta última abriga a maior empresa siderúrgica da Europa, ILVA.

O evento foi organizado pela Rede Justiça nos Trilhos, Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos Carmem Bascarán (CDVDH-CB) e Associação de Moradores de Piquiá de Baixo. O lançamento contou com a presença de moradores do Piquiá de Baixo, os promotores de justiça de Açailândia, Dr. Gleudson Malheiros e Dra. Glauce Malheiros, que acompanham o processo de reassentamento de Piquiá de Baixo, vereadores, estudantes e pesquisadores de organizações internacionais da Argentina, Perú e Colômbia.

O Missionário Comboniano Antonio Soffientini ressaltou que essa é uma iniciativa para levar ao conhecimento da população os problemas sociais, ambientais e culturais provocados pelas atividades de siderurgia no entorno das comunidades. “Esse documentário representa o momento em que comunidade de Piquiá de Baixo entendeu que não está sozinha na luta por melhores condições de vida, e que esse é um problema global, que envolve outras comunidades que estão vivendo a mesma situação”, enfatiza.

Soffientini reforça ainda a importância do compartilhamento de experiências na mobilização em busca da igualdade de direitos e que o trabalho de divulgação dos problemas por meio do documentário tem suas vantagens. “Essa luta tem que ser comunicada também por meio do vídeo, dos meios de comunicação. Maior é a difusão da notícia, maior é o número de pessoas que entra para fazer parte da luta”, finaliza.

Os moradores dos bairros de Piquiá de Baixo, Santa Cruz e Tamburi de Taranto têm em comum o desejo de garantir o futuro de suas famílias. A luta por justiça social e reparação aos danos causados pelas empresas ultrapassou as fronteiras nacionais e se espalhou pelo planeta em uma demonstração de força e solidariedade. Para o morador de Piquiá de baixo Willian Pereira, essa é uma luta que deve ser encarada em conjunto. “Nós estamos no mesmo barco. Jogados, sem condições de nada. Essas empresas estão sendo autorizadas a funcionar pelas instituições de Meio Ambiente, que não fazem fiscalização, e o prejuízo fica pra gente”, afirma.

Para o advogado da Rede Justiça nos Trilhos, Danilo Chammas, o documentário mostra que o sistema de morte que impera em Piquiá de Baixo, ocorre também em outras duas comunidades, e que o bairro tem o apoio de outras comunidades e entidades, não só no Brasil, mas em outros países. Chammas esclarece que as reparações aos danos causados as famílias dessas comunidades devem ser feitos com urgência. “Esse sistema sacrifica comunidades que vivem nas vizinhanças desses empreendimentos. O documentário mostra que o reassentamento e outras medidas reparatórias precisam acontecer o mais rápido possível”, explica.

A luta de Piquiá de Baixo já ganhou o apoio de pessoas de mais de 60 países. O bairro é cercado pelas empresas Viena Siderúrgicas, Gusa Nordeste e Grupo Queiróz Galvão Siderurgia. Em Santa Cruz no estado do Rio de Janeiro, os problemas são provocados pela ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (TKCSA), ligada a empresa Vale. A comunidade de Tamburi na Itália sofre com os problemas causados pela empresa ILVA, que abastece o comércio europeu com minério de ferro extraído nas minas do Brasil.

Fonte: Domingos de Almeida

Notícias recentes

Inscreva-se para receber nosso Boletim de notícias